Reflexões do Cotidiano

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Mas um sonho da Libertadores que ficou para trás...

É muito triste para uma torcedora e ainda maior para uma amante do futebol brasileiro assistir a tragédia, eu sei que o termo é exgerado mas reflete bem o que estou sentindo, do que foi a perda da pré-libertadores. Pela primeira vez na história um time brasileiro perde essa fase da competição, e saber que seu time de coração foi a bola da vez nao é fácil. O problema ainda maior reside no fato de que já pairava no ar que isso ia acontecer só os jogadores, o técnico e o presidente não viram. Foi ridículo a perda do jogo pro Goiás no brasileiro no ano passado, aliás a perda daquele campeonato em si também foi, pois até o último momento tínhamos chances mais não soubemos aproveitar. Apesar de torcedora também si ser crítica, e o que vejo é um time cansado, composto por maioria esmagadora de jogadores velhos, sem vontade, sem raça, e que só estão n otime por dinheiro, ou por que as portas se fecharam de alguma maneira. Eles parecem não perceber a grandeza que é esse clube, e o potencial que essa torcida, seja a Gaviões, a Camisa 12, Pavilhão 9 e tanats outras possuem, e a fidelidade que estas dedicam ao clube em todos os momentos sejam bons ou ruins. A paciência e respeito que eles tiveram com o Ronaldo eu duvido que o mesmo teria em outros clubes, porém tudo nessa vida têm um limite e a paciência também acaba em algum momento. Não defendo o que está sendo feito por alguns torcedores, embora entenda o que se passa no coração deles, mas também não defendo esse time sem alma com poucas exceções que temos atualmente. Não cobramos títulos embora eles sejam importantes mas cobramos ainda mais raça, que é a marca do Sport Clube Corinthians Paulista e é o que a nação corinthiana mais admira. Eu espero do fundo do meu coração que essa eliminação sirva de alguma maneira, e que o ditado que Deus faz certo por linhas tortas se encaixe nesse momento. Acho que não se pode mudar o que passou mais se pode reescrever algo novo, é o que desejo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário