Reflexões do Cotidiano

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Tragédia Serrana


Desde a ultima terça-feira (11/01/2011), o país sente um misto de tristeza, luto, esperança e fé. Tristeza pelos que perderam tudo, luto pelos que se foram, esperança de se encontrar sobreviventes e fé em Deus para que abençoe os que estão ajudando com trabalho ou doações.
Uma semana após esse desastre os municípios de Teresópolis, Nova Friburgo, Bom Jardim, Petrópolis (itaipava), Sumidouro e São José do Vale do Rio Preto, já contabilizam 711 mortos, mais ainda há pessoas desaparecidas e áreas que só são acessadas por helicóptero.
Porem os brasileiros, em especial a população do Rio de Janeiro em um esforço coletivo reúne toneladas de doações para seus conterrâneos e na frente dessa batalha pela vida estão as Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), bombeiros, peritos, policiais de vários estados e um exército de voluntários, pessoas de diferentes classes sociais unidas para ajudar essa população a se recompor dos malefícios causados pela pior enchente de sua história.
Nesta terça (18) além da noticia de que o numero de mortos passou de 700, outro fato trouxe grande tristeza: em Campo Grande três homens, sendo um menor de idade foram vistos por policiais roubando doações de um caminhão e colocando em um furgão, eles foram presos e o caso registrado na 35º DP de Campo Grande, os dois homens foram autuados por furto qualificado e abuso de confiança, a pena pode chegar a cinco anos de reclusão, o menor foi encaminhado ao DPCA; Mas nós nos perguntamos o que se passa pela mente dessas pessoas no momento em que roubam cada caixa de doação do caminhão, sabendo que uma família desabrigada está aguardando aquela ajuda, que desprezo pelo próximo eles sentem, será que não entendem que eles estivessem naquelas cidades vendo tudo que construíram ao longo da vida sendo levado pela chuva, seriam eles que receberiam essa ajuda e como se sentiriam se fossem roubados no momento em que mais se precisa?
Esse fato não deve desestimular as doações, esse roubo foi um fato isolado cometido por três pessoas inescrupulosas que já estão presas; entendam que foi um fato isolado frente a milhares de atitudes dignas, exemplos de generosidade e amor ao próximo, portanto enquanto houver pessoas que precisem deve haver doações.
Essa tragédia ceifou muitas vidas inocentes, diz-se que são os filhos que enterram seus pais, mas, essa semana o que se viu foram muitos pais sepultando seus filhos, famílias inteiras destruídas, muitas lagrimas, dor e tristeza; a nós nos resta ajudar e orar a Deus para que esse fato fique no passado e não volte a se repetir. O que se viu nos últimos dias ficará no passado, porém jamais será esquecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário